Growth Mindset: por que você deve adotá-lo com urgência

Esse artigo começou com um dilema, pois inicialmente tentei evitar usar os termos em inglês, mas acabei me rendendo ao fato que “mentalidade de crescimento” acaba não transmitindo a importância do assunto e minha recomendação para você pensar nisso seriamente em seu negócio, na empresa onde trabalha ou mesmo na sua vida pessoal e profissional.

Precisamos começar entendendo o que é mindset, que resumidamente podemos assumir como sendo a coleção de pensamentos e crenças que moldam nossos hábitos e comportamento. Normalmente agimos ou reagimos tendo como forte base nossa mentalidade.

Muitas vezes essa mentalidade é tão fortemente enraizada que temos muita dificuldade em assimilar inovação ou mudarmos nosso jeito de fazer as coisas. A história já nos mostrou exemplos inequívocos de grandes companhias, líderes em seus segmentos, que simplesmente ruíram por resistir à inevitável necessidade de mudança e evolução que cada vez mais paira sobre todos os tipos de negócios. Quem não se lembra dos casos da Nokia, Kodak, BlackBerry, Ricardo Eletro etc. Todos nos pareciam negócios a prova de falhas. No entanto, hoje lembramos deles apenas como empresas que não estão mais por aí, pelo menos não mais como antes.

Aqui no Brasil temos um ditado que já foi muito popular que afirmava que “não se mexe em time que está ganhando” e é sobre esse tipo de mentalidade que levantamos um grande alerta. Não se trata de alterar a cultura ou os valores que norteiam seu negócio ou sua vida, mas certamente a maneira como você comunica e entrega seus produtos e serviços precisa estar plenamente atenta e sintonizada com os anseios do mercado. E, dependendo do segmento que atua, em muitas vezes você precisará se antecipar a eles.

Ainda bem que podemos alterar a mentalidade ao longo do caminho e assim evoluir e crescer. Nem sempre estamos dispostos a isso, mas quando entendemos a importância de pensar além do que julgamos saber é que realmente nos desenvolvemos. E é justamente nessa percepção e ação que nos levará ao conceito de Growth Mindset que nos ensina que podemos expandir e cultivar nossas características por meio de esforço e persistência. E aí é importante notar que a maioria de nós não opera conscientemente sob nenhum dos dois. Além do mais, dependendo do assunto, provavelmente oscilamos entre os dois. Não há um rito de passagem onde escolhemos a ‘mentalidade para nós’. Em vez disso, nossos pensamentos e crenças são amplamente influenciados por experiências e ambientes anteriores.

Nosso grande problema, na vida e nos negócios, é que aprendemos desde muito cedo a enfatizar o que somos fortes e esconder o máximo possível o que somos fracos. Vencer essa crença é nosso primeiro desafio para implementarmos uma mensalidade de crescimento.

 

“Existe uma lacuna tão grande entre onde você está e os limites superiores da limitação humana, que nem mesmo se preocupar com a limitação faz sentido. Colocamos pessoas na lua.” - Tom Bilyeu

 

Assim, para avançar na construção de uma mentalidade de crescimento, precisamos ter a coragem e a vontade de abraçar a dificuldade. Os obstáculos tornam-se um indicador de onde podemos melhorar, em vez de onde não podemos. Com essa crença, temos muito mais probabilidade de perseverar diante da adversidade.

Nesse momento você pode estar lembrando de inúmeras histórias de pessoas que venceram nos esportes e nos negócios e que inicialmente não demonstravam a menor condição para isso. E foi justamente suas mentalidades de crescimento que possibilitaram avançar rumo ao sucesso.

Sua empresa não tem conseguido bater as metas, seus custos estão muito elevados, seus processos estão desgastantes? Comece, sistematicamente, a estudar e implementar possíveis melhorias em cada item que puder ser melhorado. Quando acertar, continue melhorando. Quando errar, transforme o erro em aprendizado e tente novamente. Lembrando a conhecida história de Thomas Edison que quando inventou a lâmpada e questionado pela imensa quantidade de tentativas nos ensinou categoricamente que “havia descoberto 1000 maneiras diferentes de não fazer a lâmpada funcionar”. Esse foi um exemplo clássico de enxergar valor no aprendizado, ainda que ele decorra de um fracasso.

O objetivo desse artigo é que você identifique e abandone qualquer crença, pessoal ou corporativa, que impeça de avançar e alcançar melhores resultados. Alguém uma vez disse que “o homem é o que ele acredita”. A chave para a sua melhoria está em sua mentalidade. Não se abstenha de procurar e desenvolver todas as oportunidades de crescer e melhorar. E quanto achar que resolveu tudo, comemore e não demore a recomeçar.

Leia também